Voupra.com News – Vantagens e dicas para aluguel de carros na sua viagem ao exterior

Na hora de viajar para o exterior, todo planejamento envolve o preparo dos documentos, escolha da hospedagem, pesquisa de passagens, roteiros de passeios, etc. Contudo, uma dúvida que muitos possuem é sobre qual a melhor forma para se locomover pela cidade que desejam visitar. Perguntas como “quais meios de transporte vamos usar?” e “como vamos fazer para chegar em determinado local?” são comuns.

Diversas opções – como ficar utilizando táxi, por exemplo – podem acabar sendo mais caras para o orçamento familiar da viagem. Portanto, uma ótima dica para você aproveitar a viagem com sua família com conforto e comodidade é alugar um carro. Além de ser extremamente prático, pois dá aos viajantes total liberdade na hora de passear pela cidade e ir aos locais desejados, o aluguel pode sair muito mais barato do que usar outros meios de transporte sob demanda, como Uber, Lyft ou Cabify.

Foco na antecedência

Para poder economizar ainda mais, procure alugar seu carro com a maior antecedência possível. Isso será com certeza bem mais barato do que você alugar diretamente no seu país de destino. Aliás, caso deixe pra depois, é capaz de não ter muitos carros disponíveis para você e corre o risco de não adquirir um modelo de sua preferência. É importante, antes mesmo de viajar, já concluir este item no seu planejamento de viagem, para uma maior tranquilidade.

Prepare os documentos para alugar um carro no exterior

Quando for escolher o país em que você for passar as férias com a sua família, é preciso separar os documentos necessários para alugar um carro no determinado local. Isso sempre varia de lugar para lugar. Em países como Argentina, Chile, Uruguai e outros da América do Sul, só é preciso apresentar sua carteira de identidade (RG) e habilitação brasileira. Já nos Estados Unidos, por exemplo, é necessário que você apresente, além de sua habilitação brasileira, o seu passaporte.

Assim como o país norte-americano, a mesma solicitação de documentos para aluguel de carros é pedida no Canadá, México e em alguns países da Europa também, como França, Espanha e Portugal. Porém, é necessário se atentar, pois em algumas nações é necessário ter em mãos uma carteira de habilitação internacional chamada PID para dirigir. Por exemplo, a Itália, Grécia e Áustria tem como regra oficial o uso do PID.

Sobre o PID

A Permissão Internacional para Dirigir (PID) é um documento importante que dá a permissão para brasileiros dirigirem em mais de 100 países que assinaram a Convenção de Viena sobre o Trânsito Viário ou que mantém um Princípio de Reciprocidade com o Brasil. Mesmo não sendo obrigatório em alguns países, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no Brasil informa que o documento é muito útil para quem for dirigir no exterior. O PID, por ser internacionalmente conhecido, pode facilitar a checagem das informações sobre o viajante.

Você pode solicitar o PID em qualquer posto de atendimento do Detran em seu estado. O serviço é pago e varia dependendo do estado em que você reside. Basta acessar o site do Detran, preencher os dados, pagar a taxa e o frete, e o documento pode chegar na sua casa em um prazo de sete dias. Além do Detran, entidades ligadas à Federação Internacional Automobilística (FIA) também podem emitir o documento.

Caso você tenha dúvida na hora de viajar sobre a exigência do seu país de destino em relação ao PID, o ideal é fazer a solicitação do documento, por segurança. Ele possui validade de três anos, então você poderá usar novamente em viagens futuras.

Dicas para dirigir nos Estados Unidos

Muito mais do que apenas alugar o carro e possuir a documentação correta, é necessário saber informações específicas sobre o trânsito em outros países. Abaixo damos uma série informações sobre leis de trânsito nos Estados Unidos, além de outras dicas importantes sobre pedágios, abastecimento, câmbio automático e mais!

– Leis de trânsito nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, cada estado tem suas próprias leis de trânsito. Você sabia que em alguns lugares do país você pode virar à direita mesmo quando a luz do semáforo estiver vermelha? Na Flórida, por exemplo, isso é muito comum. Porém, o país possui algumas regras que são iguais em todos os seus estados:

  • Velocidade: claro, é preciso respeitar a velocidade em qualquer lugar em que você esteja dirigindo, pois essa é uma questão de segurança prioritária. Nos EUA, policiais estão sempre em vigilância caso alguém ultrapasse o limite máximo de velocidade estabelecido em ruas, avenidas, rodovias e estradas.

O limite máximo de velocidade nas rodovias, para a maioria dos estados, é 70 ou 75 mph (milhas por hora). Já nas ruas dentro da cidade isso geralmente cai para 30 mph. Porém, vale ressaltar que por lá recebe multa não só quem está acima da velocidade, mas quem está abaixo dela também! Por isso, se tiver dúvidas quanto ao limite da rua que está trafegando, tente acompanhar a velocidade dos outros carros ao redor.

  • Retornos: devem feitos apenas em vias de mão dupla e só não são permitidos caso haja uma placa falando que é proibido.

  • STOP: a placa de STOP nos EUA deve ser extremamente respeitada. Ela significa PARE, e você deve parar o veículo completamente por alguns segundos, mesmo se estiver tudo tranquilo no trajeto, e depois seguir em frente. Não vale apenas reduzir a velocidade como é costume fazer no Brasil.

    Já a placa 4-Way Stop é colocada em cruzamentos em que não tem semáforos disponíveis e tem como regra principal que todos os veículos devem parar. Portanto, ao ver uma placa dessas, fique em alerta em relação à ordem de chegada dos carros, pois isso irá indicar quando você deve atravessar o cruzamento. Os primeiros veículos que chegarem na intersecção devem sair primeiro. Caso ocorra quedas de energia na região, essa regra continua sendo válida. Existe também as placas All Way Stop e 3-Way Stop que significam a mesma coisa, mas em interseções em formato de T (tenham apenas 3 sentidos).

  • RIGHT TURN ON RED – Conversão à direita no farol vermelho: Na Flórida e em alguns estados dos EUA, é permitido ao motorista “furar” o sinal vermelho nas conversões à direita. Porém, o caminho deve estar livre e é necessário parar no semáforo vermelho antes de fazer essa manobra, mesmo que nenhum carro venha na outra pista. Há placas nas ruas que indicam quando há possibilidade de fazer essa manobra. Caso veja a placa “NO TURN ON RED”, a conversão à direita no sinal vermelho é expressamente proibida.

    Esse tipo de conversão é proibido nos estados: Connecticut, Missouri, North Carolina, Rhode Island, Vermont e New York.
  • LEFT TURN ON RED: é a mesma que a RIGHT, só que para a esquerda, claro. É possível fazer essa conversão se a sua via – e a qual você quer entrar – seja de mão única.

  • Faixa de pedestres: as faixas de pedestre dos EUA são caracterizadas por duas faixas brancas bem finas, formando uma passagem. Bem diferente das do Brasil, que são diversas faixas brancas grossas. Nas terras norte-americanas, se o pedestre colocar o pé na faixa de cruzamento, a preferência é dele e você deve parar para que ele atravesse em segurança.
  • Placa de contra-mão: é uma placa vermelha escrito DO NOT ENTER, com uma baixa branca pintada na horizontal no meio.
  • Veículos com sirenes: mesma regra que é usada no Brasil: reduza a velocidade, como se fosse parar e abra caminho para que veículos em emergência tenha a passagem.

  • Estacionamento nas ruas: a beira da calçada das ruas dos Estados Unidos pode estar pintada com cinco cores diferentes e cada uma delas tem um significado: vermelho: proibido parar, independente do motivo ou circunstância; branco: parar para embarque e desembarque; azul: permitido estacionar apenas pessoas com deficiência (mas deve ter um adesivo no carro indicando que há pessoas com deficiência no veículo); verde: carga e descarga de objetos de grande porte; cinza: pode estacionar, mas é importante ver as informações dessa faixa em algumas placas, pois há tempo limite de estacionamento em algumas vias.

  • É importante reparar sempre nas faixas das ruas e estradas, pois elas são bem organizadas e levam a lugares diferentes. As placas das rodovias indicam sempre o sentido da estrada: N (norte), S (sul), E (leste) e W (oeste). Uma dica importante é ficar atento às placas de velocidade, que são calculadas em milhas.

– Tipos de câmbio: a maioria dos automóveis dos Estados Unidos costuma ter o câmbio automático. Se você for uma pessoa que não está muito familiarizada com esse tipo de câmbio, não se preocupe porque é bem prático! Pise no freio ao dar a partida e mova o câmbio até a letra D (drive) para arrancar. A letra R (rear) é a ré; a P (park) é para estacionar; e a N (neutral) é o ponto morto.

– Gasolina: se for comparar a diferença de preços entre a gasolina a brasileira e a dos Estados Unidos, todo mundo vai ter o mesmo argumento: lá é bem mais barato! E é mesmo! O combustível que sai mais em conta por lá é o unleaded – o comum. Você pode usar essa gasolina sem problemas. Mas lembre que o combustível não é vendido por litro, e sim por galão – que corresponde a cerca de quatro litros.

Quando for abastecer, vá até a lojinha de conveniências do posto e indique o número da bomba ao funcionário do local. Depois, pague em cartão de crédito ou dinheiro. Volte para a bomba que você usará para abastecer o carro, pegue a mangueira referente ao combustível que você deseja colocar, aperte um botão ou levante uma alavanca para soltá-la da bomba, dependendo do sistema do posto, e abasteça normalmente. Se tiver que receber algum troco, avise ao funcionário o quanto a bomba registrou a menos do que você pagou e pronto! Super simples!

Aluguel de carros

Pedágios: as cabines dos pedágios norte-americanos são identificadas como Exact Change Only, para quem possuir dinheiro físico trocado, e Change and Receipts, para quem está com valores altos e precisa de troco ou recibo. Sempre é possível encontrar placas que avisam quando há pedágios no caminho e elas indicam qual o valor da cobrança e para qual pista você deve se direcionar. Tudo bem organizado.

voupra.com

Voupra.com

Sempre com informações, dicas, promoções, cupons de desconto e tudo que você precisar saber antes de visitar Orlando e seus parques. Para ingressos, acesse nossa loja virtual www.voupra.com

setembro, 2017

Voupra News – Conheça os melhores Outlets de Orlando!

Por: Voupra.com

Além dos incríveis parques, viajar para Orlando sempre é sinônimo de compras! Vamos te mostrar os melhores pontos da cidade para você encontrar as marcas famosas e fazer aquelas compras! The Florida Mall  Uma parada obrigatória na hora de fazer compras em Orlando é o Florida Mall, um dos maiores e melhores shoppings da cidade! […]


Tags

Social Icons